A pavimentação de ruas urbanas está entre as principais reivindicações dos moradores, notadamente daqueles que residem nos bairros, na periferia da cidade de Lages, e o programa de pavimentação solidária surge como alternativa para atenuar esta importante demanda da comunidade.

 

“Vamos implementar projeto de pavimentação solidária; 60 ruas já estão definidas para serem pavimentadas e em outras vias será feita a revitalização do pavimento já existente”, fala o secretário de Planejamento e Obras, Clayton Bortoluzzi.Ele disse que os recursos para tais obras virão do Governo do Estado.

Uma equipe técnica da Secretaria trabalha na elaboração destes projetos, e já é certo, segundo Clayton Bortoluzzi, que a prefeitura irá subsidiar parte dos custos, ou seja, os moradores não terão de arcar com 100% do valor da obra de pavimentação de suas ruas.

“Ainda não definimos o percentual que caberá à prefeitura como subsídio, mas é certo que haverá uma compensação aos moradores e proprietários de imóveis que estarão investindo nessas obras de urbanização”, acentua o secretário.

Enquanto tais projetos requerem de tempo para definição técnicas e financiamento, três importantes obras já são executadas pela prefeitura, as quais contemplam as ruas Nossa Senhora da Penha (bairro da Penha), avenida das Torres (no Guarujá) e trecho da rua Fortaleza (no Santa Helena). Os recursos são do Governo do Estado com contrapartida da prefeitura de Lages.

Rua Nossa Senhora da Penha: As obras estão adiantadas e compreendem extensão de 1.010,93 metros de via. Iniciaram no dia 6 de fevereiro e consistem de drenagem, pavimentação asfáltica, meios-fios e sinalização. O custo é de R$ 1.694.106, 50 e a empresa contratada é a CCL Construtora Ltda.

Rua Fortaleza: Com 127 metros de extensão e oito metros de largura (1.266,81 m²), esta obra tem custo de R$ 119 mil. Iniciada em 09 de março, falta bem pouco para ser implantada a camada asfáltica.

Avenida das Torres: A pavimentação da Rua Bento Antunes, sequência da Avenida das Torres, iniciou dia 01 de março e a previsão é de que esteja concluída no dia 1º de julho, num prazo de quatro meses corridos. Também está incluso neste projeto pavimentação e construção de passeios em trechos das ruas Porto Seguro e Vera Cruz, para possibilitar acesso da Avenida das Torres à Avenida 31 de Março. Os recursos no valor de R$ 2.500.000,00, orçados pela Agência de Desenvolvimento Regional (ADR Lages) são oriundos do Fundo Social, do Governo do Estado, liberados via Secretaria Executiva de Supervisão de Recursos Desvinculados.

Fotos: Ary Barbosa de Jesus Filho - Texto: Ascom/PML