O jornal Correio Lageano publica na edição desta segunda-feira (27/03) reportagem na capa e em suas páginas internas sobre o Aeroporto Regional de Correia Pinto. 

E cita que a Infraero e o Governador Colombo  estão dizendo que é possível concluir os entraves e pequenas obras que faltam em três ou quatro meses. A partir de então, o aeródromo poderia receber voos, incluindo a linha da Azul que hoje liga Lages a Viracopos (SP). 

Não quero ser pessimista. Mas de tantas promessas e datas que já vi escreverem e falarem sobre esta obra, estou igual a São Tomé: "só acredito vendo". E acho que o povo lageano e serrano também está "cabrero" com essas previsões e promessas. 

Em todo caso, já que o Governador Colombo finalmente começou a inaugurar obras importantes para a Serra Catarinense em seu Governo,  depois de quase 7 anos no poder, não custa acreditar que também será capaz de  inaugurar o aeroporto de Correia Pinto.

Seria um grande feito. Afinal, em 2017 a obra completará 20 anos de espera. Foi em 1997 que o então comandante aposentado da Varig, Ricardo Sell Wagner (falecido há alguns anos), começou uma campanha para construir um novo aeroporto. Teve todo o apoio da ACIL e da classe  política, na época.  E em 2001, com o então Governador Esperidião Amin, a terraplanagem começou.  

O presidente Lula, em seus 8 anos de Governo, repassou os recursos para pavimentar a pista. E de lá para cá a coisa vem se arrastando. De maneira que eu quero estar presente quando o Colombo inaugurar. Porque isso, com certeza, será um grande legado de seu Governo para Lages e para toda a Serra Catarinense, assim como a nova ala do HTR, a revitalização do Centro de Lages, a revitalização de quase todas as rodovias da região (em andamento), a ampliação da Uniplac e dois novos prédios no CAV, o asfalto até a Coxilha Rica, entre tantas outras coisas. 

É hora de acreditar. E eu acredito, mesmo que seja igual a São Tomé: só vendo.......

Loreno Siega - Revista Visão