Ouvi há alguns dias entrevista que a Rádio Clube fez com a Secretária Regional de São Joaquim, Solange Pagani, sobre as obras de pavimentação da Rodovia Caminhos da Neve. 

Solange informou que o Governo do Estado está providenciando os repasses de mais R$ 9 milhões, dinheiro suficiente para asfaltar mais 5,2 Km daquela rodovia, que liga São Joaquim a Bom Jesus (RS). Ela informou também que já existem 19 Km do referido trecho (no município de São Joaquim) já pavimentados. E que o novo trecho (5,2, Km) terá um prazo de 30 meses para ser executado pelo 1º Batalhão Ferroviário de Lages. Depois disso, faltará ainda um pequeno trecho (de menos de 10 Km) para concluir o lado catarinense. 

Fiquei feliz com as notícias. Mas não consegui entender o porquê da exagerada demora de 30 meses para pavimentar apenas 5,2 Km. Afinal, neste ritmo será feito apenas 1 Km a cada 5 meses, em média, o que é uma obra exageradamente lenta (obra mais lenta do que essa só a revitalização do asfalto da BR-116 até Campo Belo do Sul, executada pela empreiteira CCL). 

Será que o Ceron vai mesmo contratar o 1º Batalhão Ferroviário de Lages para pavimentar ruas no perímetro urbano de Lages? Nesse ritmo (1 Km a cada 5 meses), seriam necessários 250 meses  para asfaltar os 50 Km que o Ceron prometeu fazer se fosse eleito. E isso equivale a mais de 20 anos de demora. 

Eu não entendo, sinceramente, o porquê de tamanha demora para a execução de obras por parte do 1º Batalhão Ferroviário. Se o Brasil enfrentar uma guerra, e a instituição tiver de construir uma ponte, um viaduto ou uma nova pista de aeroporto, demorará tanto tempo assim????

Loreno Siega - Revista Visão