A exposição vai até o dia 13 de dezembro com visitação online, oficinas e lives musicais feitas por coletivos de universitários.

 

Os impactos da pandemia de Covid-19 inspiraram os estudantes do curso de Museologia da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) a criar a exposição virtual \"Noia\". A iniciativa traz um recorte sobre questão da saúde mental dos estudantes no ambiente universitário. A exposição vai até o dia 13 de dezembro em ambientes virtuais no site oficial e também pelas redes sociais.

 

A proposta tem três módulos de visitação virtual que retratam a rotina estudantil a partir da ótica do Ensino à Distância (EAD) e as consequências.

 

As abordagens levarão o visitante a vivenciar sensações e experiências conflitantes características do momento, tendo como acervo relatos em primeira pessoa de estudantes de todo o Brasil e especialistas.

 

Uma dessas contribuições vem do Coletivo Arame Farpado, formado por universitários oriundos da periferia do Rio de Janeiro e que usam a arte, o humor, tecnologia, território através do teatro e do audiovisual.

 

Além da exposição, os alunos programaram uma agenda especial com oficinas gratuitas com vagas limitadas, sendo necessário fazer a inscrição com antecedência. Também estão programadas lives musicais feitas por coletivos de universitários.

 

G1 SC