Lages cumpriu, até o momento, apenas 25% da meta da Campanha de Vacinação contra a Poliomelite e de Multivacinação

Desde o início da campanha, até sábado, foram vacinadas apenas 1.932 crianças e adolescentes em Lages, sendo que a meta é de 8.745. A campanha continua nas salas de vacinação até o dia 30 de outubro

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e de Multivacinação, com foco na atualização das cadernetas de crianças e adolescentes e na vacinação de crianças contra a poliomielite, lançada pelo governo federal, terá continuidade em todo o país até o final do mês.

As salas de vacinação das Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de Lages e da Central de Vacinas, localizada no Centro, ao lado do prédio da Policlínica, permanecerão abertas até o dia 30 de outubro. “A orientação é que as pessoas liguem para suas unidades de saúde para verificar o horário que está acontecendo a vacinação, pois cada unidade tem um vacinador(a) que trabalha em períodos diferentes”, explica a coordenadora de imunização, Juliana Barbosa Vieira.

Uma das preocupações é a baixa procura por parte das famílias em levar seus filhos para atualizar a caderneta de vacinação, mesmo com a realização do “Dia D” da campanha, no último sábado (17 de outubro). Desde o início da campanha, no dia 5 de outubro, até sábado, foram vacinadas apenas 1.932 crianças e adolescentes em Lages, sendo que a meta é de 8.745, ou seja, foram imunizados menos de 25% da meta. “Na segunda-feira tivemos uma grande movimentação na Central de Vacinas, por isso acredito que os pais estão deixando para depois, mas pedimos que não deixem o prazo encerrar, considerando ser uma campanha importantíssima para a manutenção da saúde das crianças e adolescentes, as protegendo contra diversas doenças”, destaca Juliana.

O público-alvo da campanha contra poliomielite são crianças de 1 ano a menores de 5 anos, que devem receber a Vacina Oral de Poliomielite (VOP), desde que já tenham recebido as três doses da Vacina Inativada de Poliomielite (VIP), do esquema básico de vacinação. Crianças menores de 1 ano (de 29 dias até 11 meses) deverão ser vacinadas seletivamente com a VIP, conforme as indicações do calendário nacional de vacinação. Crianças e adolescentes menores de 15 anos não vacinados ou com esquemas incompletos também devem comparecer aos postos de vacinação.

Cuidados com o novo Coronavírus

Os 295 municípios catarinenses foram orientados pela Secretaria de Estado da Saúde a potencializar as medidas de prevenção em todas as salas de vacinação durante o período de realização das Campanhas em razão da pandemia do novo Coronavírus, gerador da doença Covid-19. A higienização, a ventilação dos espaços e o distanciamento social deverão ser respeitados.

Site da Prefeitura