Calor fora de época favorece aproximação e nuvem de gafanhotos está a 122 km do RS

Insetos avançaram 3km no fim de semana após aumento das temperaturas na Fronteira Oeste do estado. Equipes da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural monitoram os gafanhotos e orientam os produtores.

A Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (SEAPDR) do Rio Grande do Sul informou, neste domingo (19), que, com o aumento das temperaturas, a nuvem de gaganhotos, que está na Argentina, avançou e chegou a 122 quilômetros de Barra do Quaraí, na Fronteira Oeste do estado.

“Com a temperatura favorável a nuvem pode retornar, ingressar pelo noroeste do estado, até pelo sul, ou manter o deslocamento e ingressar pelo Uruguai. Sobre a chegada, estamos admitindo a possibilidade de ingresso e com plano operacional pronto, mas não é possível afirmar que vai entrar por esse dias, por isso seguimos monitorando” disse o fiscal agropecuário Ricardo Felicetti, chefe da Divisão de Defesa Sanitária Vegetal da SEAPDR.

 

Um relatório do governo argentino informou que a nuvem de gafanhotos se moveu cerca de 33 quilômetros ao sul do país nos últimos dois dias. De acordo com o fiscal agropecuário da secretaria estadual, Juliano Ritter, os insetos estão próximos a Corrientes, na Argentina.

 

"A nuvem de gafanhotos estava a 125 km na sexta-feira (17) do estado e teve uma movimentação ontem [sábado (18)] de 3 km, reduzindo a distância e passando para 122km de Barra do Quaraí", explicou.

 Por Viviane Lara e Lilian Lima, G1 RS e RBS TV