Pelo terceiro ano consecutivo, Capão Alto fecha o exercício fiscal do ano com superávit financeiro, diversas obras em andamento, compromissos de folha de pagamento e 13° salário pagos e débitos com credores praticamente zerados. A afirmação é do prefeito Tito Pereira Freitas que na próxima segunda-feira (16), reunirá o secretariado e ocupantes de cargos de primeiro escalão para um balanço oficial de fechamento de 2019 e planejar as ações de 2020.

A reunião acontecerá na Câmara de Vereadores e também os vereadores serão convidados a participar. Segundo o prefeito, praticamente todas as metas do ano foram atingidas e em relação ao seu plano de governo, 80% das ações propostas estão cumpridas. Pelas previsões do secretário de Finanças Diego Anderson Machado, Capão Alto deve encerrar o ano com superávit próximo de R$ 2 milhão em caixa.

O que assegura Capão Alto ter um fôlego financeiro é que desde início da gestão, a ordem do prefeito é ter no mínimo o equivalente a uma folha de pagamento de pessoal como reserva para eventuais emergências. "Não estamos esbanjando dinheiro. Estamos administrando com previsão de reserva de caixa. A Câmara de Vereadores tem sido nossa parceira. Existem divergências, mas isso faz parte da democracia", comenta Tito Freitas.

Metas alcançadas

Dentre as metas de 2019, o prefeito cita a praça Hortêncio Vieira de Córdova, cujo entorno foi pavimentada e passou por revitalização total. "Só na recuperação do conjunto de banheiros da praça investimos cerca de R$ 50 mil. Agora as obras estão concentradas na revitalização da praça Celso Pereira Córdova, onde estamos investindo mais de R$ 157 mil, tudo recurso próprio", afirma Tito Freitas.

Ele cita ainda, obras como a sede própria do Centro de Referência de Assistência Social – Cras, que será entregue em janeiro, a sede para o Conselho Tutelar, onze casas populares a famílias carentes, cobertura da Academia da Terceira Idade e dentre outras, a reforma geral da creche padrão.

Informações: Imprensa Amures