Mais de 1,2 mil estudantes do 9º ano do ensino fundamental e do ensino médio da rede pública de Santa Catarina terão acesso a um currículo diferenciado que vai incluir formação profissional. A iniciativa faz parte de uma parceria firmada pelo SENAI e a Secretaria de Estado da Educação. O investimento para a implementação do programa de iniciação profissional, que conta com o apoio do SENAC, supera R$ 1,1 milhão. 

O objetivo é preparar os estudantes para o mercado e despertar o interesse nas profissões. "Com a metodologia do SENAI, os jovens terão a oportunidade de desenvolver habilidades e competências como empreendedorismo, criatividade, empatia, alinhados às demandas da nova indústria", destacou o diretor regional do SENAI/SC, Fabrizio Machado Pereira.

As aulas serão oferecidas no contraturno escolar a partir de 2020 e têm como foco áreas como tecnologia da informação, automação, elétrica, mecânica, segurança, inovação e empreendedorismo, priorizando atividades práticas. 

Informações: Imprensa FIESC