Na noite de segunda-feira (02) foram recebidos os resultados dos exames de uma menina de 04 anos comprovando ser mais um caso de meningite em Lages. Dessa vez o caso foi diagnosticado como meningite viral – caso menos grave da doença.

A confirmação foi relatada aos pais dos alunos da unidade escolar do Sesc, onde menina estuda, pela diretora da instituição, Maria Luiza Vieira Alves. De acordo com as informações da diretora, a menina apresentava quadro de febre desde a última sexta-feira (29). “Como a febre não passava a mãe foi tomando as providências até que a levou ao pediatra, dr. Frederico, o qual orientou pela internação para fazer os exames”, relata.

Os resultados os exames saíram na noite do dia 02, confirmando, então, o caso. “O caso da nossa aluna foi diagnosticado como viral, ou seja, o menos grave. Exames foram refeitos e a menina já ganhou alta e se recupera em casa”, afirma a diretora.

As orientações que a escola recebeu da Vigilância Epidemiológica do Município é que os cuidados a serem tomados devem ser os mesmos da gripe comum, ou seja, ingerir muita água, higienizar as mãos e ambientes com álcool gel e manter os ambientes ventilados. “A escola já tomou todas as providências necessárias sobre higienização e preparação dos ambientes e estamos à disposição para todo e qualquer esclarecimento”, reitera Maria Luiza. A diretora ainda esclarece não há a necessidade de cancelar as aulas, mas devido a grande preocupação, os pais ficam livres para decidir se levam os filhos ou não à escola.

De acordo com nota emitida pela Vigilância Epidemiológica as demais crianças que tiveram contato direto com a menina não precisam ser investigadas, apenas orientar sobre cuidados de higiene, lavagem das mãos, arejar ambientes, cuidados ao tossir e espirrar. A escola também não precisa ser fechada. Ainda segundo a Vigilância, não há surto da doença em Lages.

Por Redação RV- foto divulgação