Dois trabalhos do Centro de Ciências Agroveterinárias (CAV), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) em Lages, foram premiados durante o 1º Encontro Brasileiro de Pesquisadores e Produtores de Lúpulo (Enbralúpulo), que aconteceu em Botucatu, em São Paulo, em 22 e 23 de novembro.


A professora do Departamento de Agronomia, Francine Regianini Nerbass, recebeu o primeiro lugar com o trabalho "Aclimatização de Microestacas de Diferentes Cultivares de Lúpulo Micropropagadas in Vitro".

O acadêmico de Agronomia Vinícius Bizolo Sommer foi o quarto colocado, com a apresentação do trabalho "Aplicação de Diferentes Doses de Stimulate® para Desenvolvimento Radicular e Vegetativo em Mudas de Lúpulo".

Os trabalhos  foram destaque na sessão de apresentação oral do 1º Seminário Técnico-Científico do evento. O encontro teve a presença de mais de 200 inscritos e mais de 30 trabalhos apresentados. Os professores Leo Rufato e Daiana Petry Leite, da Udesc Lages, participaram como avaliadores.

A doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Produção Vegetal, Mariana Mendes Fagherazzi, também participou do evento. Ela ministrou a palestra "Avanços da pesquisa brasileira sobre lúpulo", durante o 2º Seminário da Aprolupulo. "O Enbralúpulo é uma a oportunidade para reunir pesquisadores, produtores e entusiastas do mundo cervejeiro", diz ela.

Informações: Assessoria de Comunicação da Udesc Lages