Fazer a tradicional fezinha nas loterias vai ficar mais caro. O governo federal publicou portaria no Diário Oficial da União (DOU) que autoriza o aumento dos preços das apostas das loterias no Brasil. Com o reajuste de 28,6%, estabelecido pela Caixa Econômica Federal, a Mega-Sena ficará R$ 1 mais cara, passando para R$ 4,50. As demais loterias vão subir em R$ 0,50. 

A data em que os novos valores entrarão em vigor, no entanto, ainda não foi definida pelo banco. A última correção no preço das lotéricas foi realizado em 2015, quando passou de R$ 2,50 para o preço atual, de R$ 3,50. 

Enquanto os novos preços são referentes à apostas simples ou mínimas, as apostas múltiplas ou combinadas terão aumentos proporcionais à quantidade de apostas. Veja os novos valores de jogos:

Quina: aposta mínima passa de R$ 1,50 para R$ 2,00;

Dupla-Sena: a aposta simples passa de R$ 2,00 para R$ 2,50; 

Lotofácil: a aposta mínima sobe de R$ 2,00 para R$ 2,50;

Loteca: a aposta múltipla mínima obrigatória vai de R$ 2,00 para R$ 3,00; 

Lotogol: a aposta simples sobe de R$ 1,00 para R$ 1,50; 

Lotomania: a aposta única passa de R$ 1,50 para R$ 2,50;

Timemania: a aposta única passa de R$2,00 para R$ 3,00. 

Informações: Correio Braziliense / foto divulgação