Professores do Centro de Ciências Agroveterinárias (CAV), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) em Lages, apresentaram sete trabalhos de pesquisa durante o SilviLaser, maior evento internacional sobre uso de scanners a laser em florestas, em Foz do Iguaçu - PR, na semana passada.

Pela primeira vez, o encontro, que é bianual, é realizado na América Latina, reunindo cientistas de várias partes do mundo para troca de conhecimento acerca das tecnologias voltadas ao manejo e à gestão de ecossistemas florestais. O evento  é considerado o mais especializado na área de perfilamento a laser.

O perfilamento a laser tem como objetivo a captação de informações tridimensionais de objetos, permitindo a obtenção de inúmeros parâmetros, como altura, largura, comprimento, volume, forma e distribuição espacial.

De acordo com o  professor Veraldo Liesenberg, vários estudos podem se beneficiar destas informações tridimensionais, a exemplo das aplicações na dendrometria, inventário florestal, ecologia, manejo florestal e incêndios. "O perfilamento a laser é uma das aplicações dentro da área de Sensoriamento Remoto, que tem aplicações multidisciplinares".

Liesenberg e o professor Marcos Schimalski, que integram o Programa de Pós-Graduação em Engenharia Florestal da Udesc Lages, apresentaram os trabalhos conduzidos por acadêmicos de graduação em Engenharia Florestal e por mestrandos e egressos do programa.

Para Liesenberg, que também fez parte do comitê científico do evento, a participação contribui para ampliação de parcerias, atualização sobre pesquisas desenvolvidas em todo o mundo e para a internacionalização dos programas de pós-graduação da Udesc.

"Temas relevantes, atualmente, no Brasil e no mundo, foram amplamente discutidos durante o evento, como aplicações para mensuração florestal, manejo florestal sustentável e quantificação de material combustível e risco de incêndios em florestas", avalia o professor.

O congresso teve nove palestras convidadas, 60 apresentações orais e 60 pôsteres, dez expositores, e dois eventos paralelos. Também houve visitas a campo, com demonstrações e coleta real de dados com diferentes tecnologias.

O evento foi organizado pelo Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais (Ipef), a Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" (Esalq) da Universidade de São Paulo (USP) e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

Assessoria de Comunicação da Udesc Lages - Jornalista Tatiane Rosa Machado da Silva