O nome é divertido e até dá para arriscar ser um título de gibi infantil. Mas não é bem assim! A denominação Turma da Árvore é para ser leve e descontraída mesmo, entretanto, sua missão é mais séria do que se possa imaginar: Cuidar do meio ambiente como um compromisso diário e constante, agarrar com as duas mãos a carga de deixar um mundo mais limpo, racional e consciente para as gerações do amanhã. A Turma da Árvore é um empreendimento integralmente lageano, está residente no Orion Parque Tecnológico e em menos de um ano de existência já atingiu o seu primeiro milhão em faturamento, exatamente R$ 1.000.008.756,86 (até as 17h01min do dia 10 de setembro) em serviços, valor comprovado e com o devido pagamento de impostos, contabilizados os trabalhos em Mariana (MG), depois do desastre ambiental com o rompimento da barragem controlada pela Samarco (Vale), além do LinkedIn e construções sustentáveis, entre outros. A barragem de rejeitos de mineração (“Fundão”, de Mariana, rompeu em novembro de 2015 no subdistrito de Bento Rodrigues, a 35 quilômetros do centro do município. A Samarco consiste em um empreendimento conjunto das maiores empresas de mineração do mundo, a brasileira Vale.

A empresa Turma da Árvore foi fundada oficialmente em 3 de outubro de 2018. “A Turma da Árvore é genuinamente de Lages, e temos orgulho de oferecer tecnologia lageana para o mundo. O próprio nome já diz: Turma, ou seja, é de todos nós. E tem o conceito de que nasceu para fazer o bem, resolver problemas velhos com soluções novas nas mais diversas áreas da sustentabilidade. Várias pessoas estudam incansavelmente sobre o tema. Sempre transpareceu para nós que a prefeitura apoia o Orion, principalmente junto à Secretaria do Desenvolvimento Econômico, na figura do secretário Marião, e sua equipe, permanentemente prestando todo apoio à empresa, e que assim pudesse fluir normalmente com suas atividades. Desta forma, houve participação extremamente salutar da prefeitura e sem sombra de dúvida fez a diferença para a Turma da Árvore e ao Orion”, observa o presidente da Turma da Árvore, Alessander Comandolli (Alex). Esta mobilização conta, ainda, com o apoio de Mauricio de Sousa, cartunista, escritor, empresário e autor das histórias da Turma da Mônica. O personagem Chico Bento é o padrinho da Turma da Árvore.

Os componentes da Turma da Árvore são nove trabalhadores na Re-Ciclo, 15 na Construtora da Turma da Árvore (CTA), dois no Instituto Dorvalino Comandolli (IDC) e cinco no escritório. O número de funcionários aumenta significativamente, e a valorização da dignidade humana é nítida. Já foram contratados cinco ex-moradores de rua.

Texto e fotos: Danielle Mendes de Mello - Assess. de Imprensa da Pref. de Lages