A deputada federal Carmen Zanotto participou nesta segunda-feira, 19/08, na Associação Empresarial de Lages (Acil) de reunião com lideranças políticas, sociedade civil organizada, representantes da PRF e do DNIT para tratar das melhorias da BR-282. Três pautas foram debatidas: a ampliação de terceiras faixas, o aumento de velocidade máxima permitida e a instalação das passarelas.

Ficou definido que os locais de prioridade da inclusão das terceiras faixas são: morro na localidade de Índios, do Km 207 ao Km 211, no lado esquerdo da pista (sentido Lages) e do Km 213 ao Km 209, no lado direito da pista (sentido Florianópolis) como prioritárias. Total de 8 km de terceira faixa, uma terceira faixa do Km 221 ao Km 224, para viabilizar as melhorias e prolongar sua extensão, tendo em vista a trafegabilidade próxima ao acesso da BR 116 e o prolongamento da Marginal Sul, entre o Aeroporto de Lages e o acesso a São Joaquim.

“Colocarei como prioridade nas nossas demandas a inclusão das terceiras faixas nestes pontos apresentados”, disse o Superintendente do DNIT/SC, Ronaldo Carioni Barbosa.

Sobre o aumento da velocidade mínima, um levantamento apresentado pela PRF mostrou que 90% dos motoristas trafegam entre 100 e 110 quilômetros por hora. Entre os veículos pesados a média é de 80 a 89km/h.

“Essa reunião foi para unir forças e juntos solicitarmos as melhorias para a nossa região, as terceiras faixas são essenciais para a segurança dos motoristas, bem como a conclusão das passarelas no perímetro urbano de Lages em que houve mortes por atropelamento. Levarei as demais para o Fórum Parlamentar para que possamos buscar os recursos necessários para as obras e cobrar mais agilidade na conclusão”, destaca Carmen Zanotto.

Sobre o estudo de aumento de velocidade na rodovia, a parlamentar ressalta que irá buscar junto aos órgãos federais a possibilidade de mudança dos autuais 80km/h para 100km/h.

Para o prefeito de Bocaina do Sul, Luiz Carlos Schmuler, os redutores de velocidade que foram desativados devem voltar a funcionar, pois houve a diminuição de acidentes depois que eles foram instalados e ele teme que os acidentes voltem a ocorrer mais frequentemente.

Ainda Participaram da reunião, o presidente da Amures e prefeito de Bom Retiro, Vilmar José Neckel, prefeito de São José do Cerrito, Arno Marian, prefeita de Vargem, Milena Andersen Lopes Becher, prefeito de Lages, Antonio Ceron chefe da delegacia da PRF em Lages, Inspetor João Paulo Haas, inspetor Carlos Magno Júnior, Superintendente do DNIT em Lages, Enio Spieker, presidente da Acil, Sadi Montenezzo e demais membros da diretoria, vereador Maurício Batalha, Presidente da União das Associações de Moradores de Lages, Antonio Carlos Costa (Tita) e presidente da associação de moradores do bairro Gethal, Aldori Wolff, o Pelé.

Fotos: Ascom Carmen Zanotto - Texto: Silviane Manrich