A primeira edição do Concurso Soletrando, lançado neste ano pela Secretaria Municipal da Educação, já está na reta final. Na próxima quarta-feira (14 de agosto), está programada a última etapa que definirá os vencedores de cada categoria. O evento inicia às 9 horas no Teatro Marajoara. Não há previsão mínima de duração, pois dependerá do desempenho dos estudantes durante a competição.

O Concurso, que visa incentivar nos alunos da rede a prática da leitura, movimenta cerca de três mil estudantes do 6º ao 9º ano, das escolas públicas municipais, divididos em duas categorias (de acordo com a série do aluno), em quatro etapas desenvolvidas de maio a agosto. Durante esse período, os professores de Língua Portuguesa estudaram as palavras em contos e histórias com os alunos participantes, preparando-os para a primeira e segunda etapa que ocorreram dentro das escolas.  Nestas fases os participantes competiram entre si.

A etapa final reunirá os 36 finalistas, sendo 18 competidores de cada categoria para disputar as três primeiras colocações.  Os estudantes deverão soletrar corretamente as palavras que serão sorteadas pela equipe de juízes da mesa; essas palavras foram selecionadas dos contos estudados em sala de aula: “As mãos de meu filho”, de Érico Verissimo e “O homem que sabia javanês”, de Lima Barreto.

Premiação

A premiação, para cada categoria, será:

1º lugar: medalha de ouro para o aluno e o professor de Língua Portuguesa; Smartphone para o aluno e o professor de Língua Portuguesa; troféu para a escola; 2º lugar: medalha de prata para o aluno e o professor de Língua Portuguesa; Smartphone para o aluno e o professor de Língua Portuguesa; troféu para a escola; 3º lugar: medalha de bronze para o aluno e o professor de Língua Portuguesa; Smartphone para o aluno e o professor de Língua Portuguesa e troféu para a escola.

Devido à necessidade de silêncio no local foi acordado pela equipe técnica da Secretaria da Educação que cada escola poderá levar dez alunos para assistirem à competição. Os demais professores das escolas envolvidas, bem como os familiares dos finalistas, se desejarem, também poderão prestigiar o evento.

Texto: Karol Kitabayashi - Foto: Arquivo