Nesta quinta-feira (11/07) será realizada uma audiência pública para debater a viabilidade de um porto seco na Serra Catarinense. O evento, que acontecerá na Associação Empresarial de Lages (Acil), é uma iniciativa do deputado Marcius Machado (PL), presidente da Comissão de Legislação Participativa.

O objetivo da audiência é reunir empresários locais, importadores, exportadores e demais entidades para discutir o potencial da região serrana de Santa Catarina e colocar em pauta a instalação de um porto seco na região.

Porto seco são chamados os terminais de uso público onde são realizadas operações de controle aduaneiro, operando como um ponto de despacho, recebimento e armazenamento de mercadorias que serão exportadas ou importadas.

De acordo com o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), em 2018, a Serra Catarinense exportou 170,89 milhões de dólares em produtos. Para o deputado Marcius Machado, a região serrana encontra-se em uma área privilegiada e está entre as principais exportadoras do estado.

“A Serra Catarinense é estratégica para o Estado, é próxima do Grande Oeste, do Rio Grande do Sul, do Paraná, onde passam grandes BR’s, a 116 e a 282, nós já exportamos, então, o porto seco vai trazer ainda mais economia, vai gerar renda e riqueza para o nosso povo”, defende o parlamentar.

Ainda conforme o deputado, após a audiência e um estudo sobre a região, será solicitada uma reunião com a Receita Federal em Brasília. “Essa audiência, que será realizada nesta quinta-feira, dia 11, às 19 horas, é de grande importância. Por isso, nós convidamos a todos, que exportam, importam, os prefeitos, vereadores, as grandes lideranças do empresariado para que venham junto com a gente para que possamos realmente fazer um grande evento e mostrar a força da região serrana frente à necessidade do porto seco na Serra Catarinense”, destacou o deputado.

Carolina Lopes/Agência AL - Foto: Rodolfo Espínola/Agência AL