A socióloga e escritora catarinense Clarice Carneiro Baccini é uma das vencedoras do prêmio Zilda Arns pela Promoção dos Direitos da Pessoa Idosa edição 2019. Ela foi indicada pela deputada federal Carmen Zanotto (Cidadania/SC). O anúncio dos cinco vencedores foi feito após votação realizada na Comissão dos Direitos da Pessoa Idosa. A solenidade de entrega do prêmio está prevista para o dia 2 de outubro no Salão Nobre da Câmara.

Aos 91 anos, a socióloga reside em Florianópolis e lançou um livro “Longevidade: como lidar com ela”. A obra foi feita a partir de anos de acompanhamento de idosos em asilos na capital catarinense. “Além de socióloga e escritora, Clarice Carneiro Bacinni é especialista em gerontologia com vasta pesquisa e experiência com idosos, uma grande referência de assistência e humanismo, exemplo de fé e voluntariado”, destaca Carmen Zanotto.

Clarice recebeu a notícia emocionada e muito feliz. "Agradeço a deputada por essa indicação, o meu trabalho é feito de coração e espero que de alguma forma contribua para o cuidado com os idosos, porque o mundo está envelhecendo", declara Clarice.

Criado em 2017, o prêmio consiste em um diploma de menção honrosa, concedido a até cinco homenageados, como uma forma de reconhecimento às pessoas e instituições que contribuem na defesa dos direitos das pessoas idosas. O nome do prêmio homenageia Zilda Arns Neumann, médica pediatra que atuou em causas humanitárias e sanitaristas, uma das fundadoras da Pastoral da Criança. A médica morreu, em 2010, no terremoto que devastou o Haiti.

Premiados

-Associação Beneficente Auta de Sousa – ABAS (Rio Verde/GO)

-Associação de Assistência São Vicente de Paulo – Casa dos Velhinhos de Arapiraca (Arapiraca/AL)

- Célia Maria Oliveira Holtz (Tatuí/SP)

-Clarice Carneiro Bacinni (Florianópolis/SC)

-Sociedade São Vicente de Paulo (Santos/SP)

Fotos: Ascom Carmen Zanotto - Gabinete Carmen Zanotto - Silviane Manrich