A estreia da 31ª edição do maior evento da Serra Catarinense e um dos maiores da culinária e de shows nacionais em Santa Catarina foi prestigiada, na noite desta sexta-feira (14), pelo público em geral e por lideranças e autoridades públicas, políticas, religiosas e empresariais, cujos anfitriões foram o prefeito Antonio Ceron; o vice Juliano Polese, equipe organizadora e a rainha Maísa Carolina Pereira e princesas Victória Gabriela Corrêa Coelho e Vitória Melo dos Santos, no Parque de Exposições Conta Dinheiro.

 

Instantes antes, na Capela Oratória Aliança do Amor, o bispo Dom Guilherme Werlang abençoou mais esta edição e proferiu palavras de apoio e fraternidade aos organizadores e à plateia. Na cerimônia de abertura, o prefeito agradeceu a todas as pessoas que tornaram real mais esta edição. “Quero externar a minha alegria em estrearmos a 31ª edição. A Festa representa uma grandiosidade para Lages e Santa Catarina. Encontrar e criar amizades, assistir a shows, provar os pratos típicos, conhecer esta cidade bicentenária e meia. Estejam todos convidados a confraternizar conosco no nosso principal evento.”

A vice-governadora, Daniela Reinehr, esteve na abertura nesta sexta-feira. “É uma Festa de colheita, hora de celebrar os frutos que a terra lhes dá e os de seus esforços. Somos um Estado de inúmeros talentos e o mundo inteiro está vendo Lages e a sua força em construir este belíssimo evento. As empresas e entidades que também contribuíram para isto estão de parabéns”, reitera a vice-governadora.  

Nesta edição a Festa trará novamente artistas renomados no cenário musical brasileiro, entre os quais Jorge e Mateus, Jerry SmithSkank, Ferrugem, Alok e Maria Rita. Ao longo de dez dias, entre 14 e 23 de junho, farão a alegria do público, no palco nacional, 33 artistas, entre cantores solo, duplas, bandas e grupos, e no backstage serão oito artistas, além de 24 artistas a se apresentarem no palco nativista, lugar especial de reconhecimento e respeito ao tradicionalismo campeiro e gaúcho, algumas das principais características da cultura serrana. Entrada gratuita nos dias 14, 16 (após as 18h), 17, 18 e dia 23 (até as 14h).

 

Texto: Daniele Mendes de Melo / Fotos: Marcelo Pakinha