Lages respira Festa Nacional do Pinhão, com turistas e visitantes circulando pelas ruas, conhecendo o que a cidade oferece de melhor. E para quem vem de perto ou longe, nada mais tradicional que levar aos amigos e familiares que ficaram aquelas lembrancinhas que remetem à região visitada, com sua essência e cultura, estampadas em cada detalhe daquelas peças pequeninas, mas tão simbólicas.

\"\"

 

E justamente para atender a esse nicho e aproveitar a grande oportunidade de comercialização, as artesãs do Armazém das Artes montaram um estande bem no coração da cidade, na praça João Ribeiro, em frente à Catedral Diocesana.

\"\"

O atendimento será durante todos os dias de festa, até o último domingo dia 23, das 9h às 18h. Ali são encontrados os mais variados artigos de decoração e utilidades, tendo como base o reaproveitamento de tecidos, madeira, vime e lã. São lindas guirlandas, bonecos, ímãs de geladeira, panos de prato, mantas, boinas e cachecols, cadernos personalizados, tapetes, jogos de banheiro, caixas de MDF decoradas, sabonetes, entre outras peças, além das lembrancinhas tendo como referência os símbolos da Serra Catarinense; o pinhão, a araucária e a gralha azul. Os preços variam de R$ 5,00 a R$ 150,00.

\"\"

Segundo a coordenadora, Rita Muniz, a praça conta com uma boa circulação de turistas, que passam por ali para conhecer e tirar fotos da Catedral, e o artesanato acaba ficando em evidência, chamando a atenção. Tem peças expostas também no Recanto do Pinhão, na praça do Terminal Urbano.

Texto: Aline Tives / Fotos: Toninho Vieira