Em visita a Lages, na Serra Catarinense, o diretor superintendente do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae/SC), Carlos Henrique Ramos da Fonseca, destaca que a entidade trabalhará para internacionalização dos pequenos negócios e fomentará a inovação nesta gestão. Ele se reuniu, na terça-feira (13), com lideranças políticas e empresariais na Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL).    Carlos Henrique acredita que apoiar a exportação do que é produzido no estado, e da mesma forma a compra de insumos de outros países, ampliará o mercado. “A pequenas empresas participam com 2,4% do negócio de exportação de Santa Catarina. Nós temos que abrir caminhos e ampliar esse mercado, que fará com que as empresas cresçam e ganhem em competitividade”.        Destaca que, nos próximos quatros anos, o Sebrae trabalhará cada vez mais unido e com foco no cliente. “A sociedade nos exige mais eficiência e eficácia. Manteremos nossas parcerias com outras entidades que, assim como o Sebrae, mantém o empreendedor no centro das atenções”.    Santa Catarina é o ecossistema inovador que mais cresce em nível nacional e, portanto, outro importante desafio da gestão será implementar a cultura da inovação no micro e pequeno empresário. “Quando se fala em inovação, logo vem à mente a tecnologia. Mas, no caso do pequeno negócio, as novas ideias não estão apenas na transformação digital, e sim na melhoria do processo de gestão com foco no aumento da produtividade e competitividade”.   Para o superintendente, é necessário investir na melhoria da qualificação do empresário e no fortalecimento do empreendedorismo nos jovens.  Atualmente, o que se percebe no cenário empreendedor são pessoas que perderam o emprego e se tornam pequenos empresários por necessidade. Mas, Carlos Henrique alerta que, num futuro bem próximo, o microempreendedor individual será o caminho de acesso ao mercado de trabalho.      Acompanhado do diretor técnico do Sebrae/SC, Luciano Pinheiro, do diretor de administração e finanças, Anacleto Angelo Ortigara, e do coordenador na Serra Catarinense, Altenir Agostini, Carlos Henrique se inteirou dos projetos apoiados pelo Sebrae e que estão em desenvolvimento na região, como o Serra Catarina Festival de Inverno, revitalização do Centro de Lages, certificação das identidades geográficas de produtos típicos da região, como a maça Fuji, o Mel de Melato de Bracatinga e os vinhos de Altitude, e o Programa Cidade Empreendedora.   O coordenador regional destaca que dentro de um novo cenário econômico há necessidade de reinvenção das empresas. Ressalta que a ideia é manter o que está bom, melhorar e acelerar outras ações. “Vamos nos reunir com representantes locais para buscarmos alternativas para fortalecer o desenvolvimento da Serra. Temos boas parcerias. Uma boa novidade é que o Sebrae está disposto a receber projetos que fomentem o desenvolvimento e busquem novos caminhos para Lages”.    A comitiva visitou também o Banco da Família, Prefeitura de Lages e o Centro de Inovação Tecnológica, Parque Orion, onde conheceu inúmeros projetos em desenvolvimento.  

Texto e fotos: Catarinas Comunicação