A Doutora Maitê de Liz Vassen Schurmann especialista em oncologia foi a convidada na tarde do último sábado, 06, para palestrar sobre a prevenção contra o câncer de mama. Em um evento promovido pela secretaria de Saúde de Urupema e o grupo de extensão da Universidade do Planalto Catarinense (Uniplac), o Proesde.

O câncer é um conjunto de mais de 100 doenças que têm em comum o crescimento desordenado (maligno) de células que invadem os tecidos e órgãos, podendo espalhar-se (metástase) para outras regiões do corpo. 'O propósito é acordar as mulheres para a importância dos preventivos de colo de útero e mamografia. Então,  se todo ano tivermos o cuidado de relembrá-las que a prevenção é  o caminho sem dor, podemos trazer maiores benefícios à comunidade'. Explica Tânia Guglielmi Borges, gerente da secretaria de Saúde do município.

Maria Auzina Silveira tinha 67 anos quando foi diagnosticada com câncer de mama. 'Quando falaram que eu precisava fazer sessão de quimioterapia ai o mundo desabou para mim, na primeira sessão o meu cabelo já começou a cair. Enfrentei com muita coragem e fé e hoje estou curada. A prevenção é tudo, todo ano eu ia no médico e então quando eu descobri estava no inicio, eu não tinha metástase o que ajudou'.

Juntos os acadêmicos de Psicologia, Fisioterapia, Direito e Ciências Contábeis promoveram uma dinâmica do espelho que proporcionou o autoconhecimento, a autoestima das mulheres, e junto, o empoderamento através de informações sobre as redes de proteção contra a violência da mulher, seja ela física ou psicológica.

O autoexame é importante, mas não deve ser o único meio, é preciso o acompanhamento de um médico ou de enfermeiras da unidade básica de saúde do seu bairro. A doutora Maitê explica que no autoexame a mulher só vai sentir algo quando o câncer já estiver grande o que dificulta a possibilidade de cura.

Texto: Larissa Goulart/ Jornalismo Uniplac  - Fotos: Fernanda Coroski/CNU