Com a presença de grande número de lideranças políticas e comunitárias, realizou-se no sábado à noite (11/08), no Centro Comunitário do bairro Petrópolis, um evento que serviiu de pré-lançamento da candidatura do historiador e servidor público federal Daniel Ferreira (o Dan), que vai concorrer a deputado federal pelo PT de Lages e da Serra Catarinense. 

Compareceram ao ato outros pré-candidatos a deputado pelo partido, como o vereador Amarildo Farias, vereador do PT de Lages, que concorre a estadual; do sindicalista Sidnez Furlan, de Curitibanos, que concorre a estadual e da professora de Jaraguá do Sul, Mari, que concorre a estadual pelo PT da sua região. Moisés Savian, presidente do PT de Lages, também marcou presença, assim também como o assessor do deputado e candidato a governador Décio Lima para a Serra Catarinense, Claudionor de Macedo (de Anita Garibaldi). 

Antes dos pronunciamentos, foram exibidas várias mensagens de apoio num telão, como do candidato a governador pelo PT, Décio Lima, da candidada ao Senado, Ideli Salvatti, entre outros. 

Em seu rápido pronunciamento, Daniel Ferreira disse que aceitou o desafio de colocar seu nome à disposição da disputa política  para apresentar o projeto de Governo do PT, tanto em nível nacional, estadual e regional. Ele disse que os 13 anos de Governo em que o PT esteve à frente da  Presidência representaram avanços importantes para as classes trabalhadoras e menos  privilegiadas. E que o "desmonte" que o atual Governo está fazendo e promovendo - e a entrega do Brasil às grandes empresas internacionais - precisam ser revertidos. "O Brasil precisa voltar a ser dos brasileiros. E os direitos conquistados a duras  penas precisam ser restituídos", falou. 

Nas demais falas, várias  pessoas lembraram do grande trabalho social e comunitário que Daniel Ferreira faz em Lages e na Serra Catarinense, estando à  frente, por exemplo, da Frente Brasil Popular na região. Ele integra o PT há 19 anos. E sempre teve no sangue e nas lutas o espírito guerreiro daqueles que não se conformam com as desigualdades sociaiis e com a falta de oportunidades  para uma grande fatia da população. 

Texto e fotos: Divulgação PT de Lages