A Agência de Inteligência do 6º Batalhão de Polícia Militar analisou e identificou a similaridade no modo de atuação em cinco furtos realizados na Serra Catarinense e na região da grande Florianópolis. Na noite desta quinta-feira (2/08), numa ação conjunta com a guarnição de Bom Retiro, os policiais identificaram e prenderam três homens durante barreira na BR 282, em Bom Retiro. Eles são acusados de furto qualificado e associação criminosa.

O grupo agia de forma muito parecida em furtos a estabelecimentos comercias como os registrados em Campo Belo do Sul, Capão Alto, Cerro Negro, Bom Retiro em Santo Amaro da Imperatriz. Um deles foi cometido numa lotérica de Cerro Negro, no dia 26 de julho deste ano.  Na oportunidade, arrombaram o cofre e levaram R$ 6 mil.

Inicialmente, a Polícia Militar tinha apenas imagens extraídas das câmeras de monitoramento e identificação do veículo utilizado pelos homens nas ocorrências. Essas informações foram compartilhadas com a promotoria de Campo Belo do Sul, que solicitou a apreensão do veículo, com placas de Florianópolis, para perícia.

Com o apoio da Polícia Rodoviária de Federal (PRF) de Lages e Agência de Inteligência da PM em Santo Amaro da Imperatriz, os policiais militares do 6º BPM iniciaram um monitoramento constante da BR 282 por ser a rota utilizada pelos agentes.

Nesta quinta, os policias interceptaram o alvo em Bom Retiro. Depois da abordagem, Sani Yuri Lopes Almeida, que estava com mandado de prisão em aberto por ser foragido do presídio de Palhoça, e outros dois homens foram presos por furto qualificado e associação criminosa e levados à Delegacia de Polícia de Bom Retiro.

Catarinas Comunicação  - Fotos: PM