Com o intuito de facilitar os processos de trabalho e proporcionar maior qualidade nos serviços da Secretaria de Assistência Social e Habitação, na manhã desta sexta-feira (8 de junho), no Centro de Referência de Assistência Social (Cras II) do bairro Centenário, as coordenadoras dos oito Cras’s de Lages iniciaram atividades de capacitação para os trabalhadores de diversas funções dos respectivos equipamentos. 

Cerca de 50 trabalhadores, entre eles equipe técnica (composta por assistente social e psicólogo), auxiliares administrativos, educadores sociais, facilitadores de oficina, cozinheiros, motoristas, auxiliares de serviços gerais, equipe de referência da Secretaria e o Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC/Escola), realizaram uma dinâmica de apresentação pessoal e logo em seguida, com o apoio de uma mediadora, formaram grupos por função para abordar questões como importância da atuação do profissional e capacidade de trabalhar em equipe.

Já no período da tarde, segundo a coordenadora técnica da Proteção Social Básica da Secretaria, Vanessa Freitas, das 13h até as 18h, será feita apresentação de uma cartilha com orientações sobre atribuições profissionais, fluxos e protocolos que contribuam para o desenvolvimento do trabalho no Cras. “Essa cartilha é fruto de uma leitura da realidade atual dos serviços que integram o Sistema Único de Assistência Social (Suas), especificamente, os Cras’s”, diz Vanessa. De acordo com a diretora da Proteção Social Básica da Secretaria, Taciani Eloísa Fontana, para que os serviços fiquem abertos normalmente, as equipes foram divididas em duas etapas. 

A cartilha de orientações

Com o objetivo de instrumentalizar os trabalhos e também qualificar os serviços ofertados pelos Cras’s, como o Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (Paif) e Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), a cartilha foi construída com base nos Cadernos de Orientações Técnicas sobre o Paif (volume I e II); Caderno de Orientações Paif e SCFV; Lei Orgânica da Assistência Social (Loas); Gestão do Sistema Único da Assistência Social (Suas/MDSA); Classificação Brasileira de Ocupações (CBO); Editais de Processos Seletivos da Prefeitura Municipal de Lages (2017/2018); Orientações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), e demais documentos que norteiam e contribuam para o trabalho na Proteção Social Básica do Suas.

Elaboração e organização: Susane Koche (coordenadora do Cras I/bairro Popular), Helen Souza (coordenadora do Cras II/bairro Centenário), Bruna Oliveira (coordenadora do Cras III/bairro Penha), Adriele Vieira (coordenadora do Cras IV/bairro Tributo), Maria Tereza Bayer (coordenadora do Cras V/bairro Cidade Alta), Luciane Ozório (coordenadora do Cras VI/bairro Bela Vista), Ana Cláudia Neto (coordenadora do Cras VII/bairro Conta Dinheiro) e Josiane Cristine de Souza (coordenadora do Cras VIII/bairro Gralha Azul).

 

Fotos: Daniel Costa e Tiago Seibert - Informações: Ascom/PML