Num clima de muita tristeza com a prisão de seu maior líder, Lula da Silva, ocorrida no último sábado (07/04), o PT de Lages realizou neste domingo (08/04), na sede da Associação dos Engenheiros e Arquitetos (AEA), um almoço de confraternização entre filiados, familiares e simpatizantes. 

O encontro teve a  presença de mais de 150 pessoas. E também marcou algumas novas filiações ao Partido dos Trabalhadores. 

Antes do evento, algumas lideranças como o ex-prefeito de Joinville, Carlito Mers, o presidente do PT de Lages, Moisés Savian, o presidente do PCdoB, Edson Kakau  e o vereador de Lages, Amarildo Farias, que é pré-candidato do partido a deputado estadual,  se manifestaram sobre o atual momento político e econômico do Brasil. 

Carlito Mers, que já foi deputado federal, prefeito de Joinville, entre outros cargos, disse que apesar da tristeza e desolação com a detenção de Lula da Silva, os petistas não podem arrefecer.  "Eles estão tentando prender o Lula desde 2013. Ele foi preso injustamente, porque não cometeu delito que pudesse incriminá-lo. Isso é fruto de  uma justiça seletiva, parcial e política, que precisava consolidar de vez o Golpe. Não bastava a eles tirar a Dilma da Presidência. Precisavam também tentar inviabilizar a próxima eleição, impedindo o Lula de ser candidato. Fizeram isso. Agora vamos ver se sossegam. Com a prisão do Lula, o  discurso deles acabou. Vamos ver se a Justiça, tão rápida para prender o Lula, vai continuar prendendo os verdadeiros envolvidos em propinas, corrupção e roubos como Aécio Neves, Temer, Roméro Jucá, Moreira Franco, Eliseu Padilha, José Serra e tantos outros", falou. 

Amarildo Farias, vereador pelo PT de Lages, disse que apesar do duro golpe a que vem sofrendo há vários  anos, o PT ainda é o partido mais popular a acreditado do Brasil. E que por isso mesmo, mesmo que Lula não consiga ser o candidato do partido à Presidência, o partido tem tudo para vencer as eleições de 2018. "Não vamos esmorecer e nos desmobilizar. A luta está apenas começando. Lula não é mais uma pessoa. É uma ideia, uma forma de pensar e de agir. Por isso, somos milhões de Lulas pelo Brasil afora", sentenciou. 

No evento, várias pessoas estavam de aniversário. E no final foi cantado o parabéns a você a essas pessoas. 

Texto e fotos: Loreno Siega - Divulgação