O prefeito Antonio Ceron esteve presente, na tarde desta quinta-feira (16 de novembro), na solenidade de posse do novo chefe da Delegacia da Polícia Federal em Lages, Carlos Rocha Sanches, no auditório da 5ª Delegacia da Polícia Rodoviária Federal (PRF). A transposição do cargo ocorreu oficialmente no início da tarde desta quinta, porém, Sanches já se inteira dos trabalhos há uma semana. Por tradição, o comando se manterá por dois anos. Carlos Sanches chega para substituir Almir Papassoni, que volta para sua cidade-natal, Bauru (SP), onde continuará atuando como delegado. O ato em Lages serviu, ainda, em comemoração ao Dia do Policial Federal, comemorado em 16 de novembro e foi marcado por homenagens a personalidades de destaque no âmbito federal.

Natural de Campinas (SP), Carlos Rocha Sanches faz parte da Polícia Federal há 18 anos. Iniciou sua carreira como escrivão e atualmente atua como delegado. É bacharel em Direito e já atuou como técnico judiciário em São Paulo, escrivão e chefe de delegacia de repressão a entorpecentes em Rondônia.

O novo chefe tem, em seu currículo, entre outras, atuação na Bolívia no combate ao narcotráfico. “Em Lages será o trabalho padrão da Polícia Federal. Trabalhamos com Polícia administrativa e Polícia judiciária. Temos a parte dos passaportes, controle de empresas de vigilância privada e de produtos químicos, além da parte de investigação de desvio de recursos públicos, tráfico de drogas, contrabando. Continuaremos com esta atuação em 2018”, antecipa o novo chefe, destacando que o plano é seguir a orientação atual do departamento de Polícia Federal: focar principalmente no desvio de dinheiro público, “um mal que está assolando a nossa sociedade.”

Almir Papassoni, em sua despedida, lembrou a trajetória na Serra. “Em Lages contei com bons profissionais e grandes parceiros. Foi possível realizar muito do que se pretendia. Embargado de emoção, digo ‘muito, muito obrigado a todos vocês’.”

Em Lages há 22 agentes policiais federais responsáveis por 37 municípios, da Serra Catarinense até Porto União (PR). Em Santa Catarina são cerca de 500 agentes enquanto o número no Brasil está em 11 mil policiais federais.

Ceron acompanhou a cerimônia e desejou sucesso ao novo comando da Polícia Federal. “Parabenizo a todos da Polícia Federal. Lages se sente feliz pela chegada do senhor Sanches e agradece ao senhor Papassoni pela atuação enquanto esteve à frente do trabalho. A Polícia Federal representa um ponto de equilíbrio e de segurança para o cidadão brasileiro num momento de nebulosidade”, analisa o prefeito.

A cerimônia oficial foi acompanhada por autoridades como o superintendente da Polícia Federal em Santa Catarina, Marcelo Mosele, além do 1º Batalhão Ferroviário (BFv); Polícias Rodoviária Federal (PRF), Militar (além da Companhia de Aviação), Militar Rodoviária e Civil; Ministério Público (MP), Gaeco, Receita Federal; Ordem dos Advogados do Brasil (OAB); Associação Empresarial de Lages (Acil) e Uniplac.

Fotos: Carlos Alberto Becker - Texto: Ascom/PML