Após 23 anos , Blumenau garantiu o trófeu na ginástica rítmica na 57ª edição dos Jogos Aberto de Santa Catarina (Jasc). Liderada pela capitã olímpica Jéssica Maier, a equipe das treinadoras Ana Paula Christen Mohr e Priscila Nack Hosting brilhou neste sábado, 11, ao vencer a competição geral de conjuntos, após as apresentações com o arco e bolas e corda.

Depois de dois dias de provas individuais, as apresentações dos conjuntos definiriam a equipe campeã da modalidade. Blumenau, Joinville e Florianópolis estavam na briga pelo ouro na disputa mais equilibrada dos últimos anos na modalidade, de acordo com a presidente da Federação Catarinense de Ginástica Rítmica, Ellen Vivian Kegel.

A equipe da Capital acabou ficando de fora da disputa logo, após a primeira apresentação dos conjuntos, com arcos. O quinteto de Chapecó foi a grande surpresa do sábado, chamando atenção da técnica da Seleção Brasileira, Camila Ferenzin Rezende, que acompanhou dos conjuntos. Blumenau garantiu o troféu ao faturar o ouro no conjunto na classificação geral.

Mariany Miyamoto, de Joinville, foi a melhor ginasta dos Jasc 2017. Conquistou cinco medalhas de ouro, três de prata e uma de bronze

Principal destaque da equipe nas provas individuais, Ana Caroline Sandrini, 14 anos, fez sua estreia no Jasc e contribuiu decisivamente para a vitória ao faturar seis medalhas, com três ouros, duas pratas e um bronze. "Foi muita dedicação e treino", explicou a ginasta. A técnica Ana Paula Christen Mohr definiu a conquista como a vitória da renovação da ginástica rítmica de Blumenau. "A junção da Norsul e Agiblu é que forma esse time forte", destacou.

A segunda colocação ficou com Joinville, cidade da campeã individual e principal medalhista da 57ª edição, Mariane Miyamoto, 16 anos. Ela conquistou nove medalhas, sendo cinco de ouro, três de prata e uma de bronze. Integrante da Seleção Brasileira, Miyamoto revelou a receita para conquistar pela segunda vez o título de campeã individual dos Jasc. "Estava muito segura para competir".

O terceiro lugar ficou com Florianópolis, que havia vencido as duas últimas edição. A surpresa ficou com Chapecó, da técnica Cristiane Carminatti. "Essa equipe foi formada em 2009 e agora fechamos um ciclo no adulto", relatou Cristiane, emocionada com a medalha de bronze na classificação geral dos conjuntos.

A japonesinha Mariany Miyamoto, de Joinville, foi a melhor ginasta dos Jasc 2017. Conquistou cinco medalhas de ouro, três de prata e uma de bronze

 

Texto: Cristiano Rigo Dalcin / Foto: Alessandro Koizumi