As páginas dos jornais ajudam a contar e registrar a história de uma comunidade e de sua região. Com o avanço tecnológico, passamos a ter o mundo em nossas mãos, gravados em tablets, celulares e computadores e em função disso, muitos documentos históricos passam pelo processo de digitalização.  

O Correio Lageano em parceria com a Fundação Catarinense de Cultura e Governo do Estado de Santa Catarina está em processo de digitalização de seu acervo. A primeira etapa, que compreende os anos de 1939 a 1965, já está disponível, no portal da Hemeroteca Digital Catarinense e num totem digital, que compõem uma exposição no Centro Cultural Vidal Ramos, espaço do Serviço Social do Comércio (Sesc).

Para compreender a história de um povo, é preciso revisitar o passado, elencando aspectos sociais, culturais, políticos e econômicos. Durante sua trajetória, de 78 anos completados em outubro de 2017, o CL tem acompanhado de perto as questões políticas, de desenvolvimento socioeconômico e cultural do Estado e Região são inúmeras páginas que contém informações sobre esses temas.

A presidente do Instituto José Paschoal Baggio, Isabel Baggio, enfatiza que a relação histórica do Correio Lageano com a Serra Catarinense é incontestável. “São mais de 16 mil edições, que registram fatos marcantes e situações que contribuíram para o desenvolvimento sustentável de Lages, da região, do estado e até mesmo do país. Fatos documentados em aproximadamente 100 mil páginas ao longo de mais de sete décadas”, comenta ela.

A gerente executiva do Instituto José Paschoal Baggio, Edite Moraes, reforça a relevância do acervo para a disseminação do conhecimento, entre todas as pessoas interessadas, sejam elas pesquisadoras ou comunidade. “O acervo é um projeto que pode ser compartilhado com a família, possibilita que pais compartilhem a história de seus antecedentes com seus filhos”.

A Hemeroteca Digital Catarinense surgiu em 2013, de uma parceria entre Fundação Catarinense de Cultura, Biblioteca Pública de Santa Catarina e o Instituto de Documentação e Investigação em Ciências Humanas da FAED/UDESC. De agosto de 2013 a dezembro de 2016, totalizou a digitalização de 799 títulos, correspondendo aproximadamente 25.000 edições, gerando mais de 200.000 páginas disponibilizadas para consulta.

 

Lançamento do Acervo Digital

 

Quantas histórias você terá para contar quando completar 78 anos?

Seu Névio S. Fernandes, por exemplo, com 82, tem várias. Muitas delas compartilhadas nas páginas do jornal, diversas marcadas pela tinta da impressão.

O jornalista é um dos 15 homenageados no lançamento da exposição e do acervo digital do Correio Lageano.  Também integram essa lista personalidades como, o único catarinense presidente do Brasil, Nereu Ramos e o fundador do Museu Histórico Thiago de Castro, Danilo de Castro, representados por familiares.

Hoje, as gavetas que reuniam vários tipos, guardam pequenos registros do que foram todos os anos de evolução tecnológica.

Já é possível conferir o projeto que foi pensado e executado pelo Instituto José Paschoal Baggio, no Centro Cultural Vidal Ramos.

O lançamento do CL Acervo acontece no dia 14 de setembro, no Centro Cultural Vidal Ramos - Sesc, às 17 horas. Com a presença do Governador do Estado de Santa Catarina, Raimundo Colombo, autoridades e dos homenageados.

Para quem quiser conferir, a digitalização está disponível em:

http://hemeroteca.ciasc.sc.gov.br/