Nada contra o serviço que a Prefeitura de Lages mandou fazer de desassoreamento do leito do Rio Carahá. Isso é importantíssimo para que a calha do rio seja maior, dando vazão mais rápida e volumosa às águas em épocas de enchentes. 

Por outro lado, eu questiono a forma nem tão cuidadosa que estão fazendo o serviço. 

As árvores que existem nas duas margens, coitadas, estão sofrendo muitas agressões e até destruição tal a falta de cuidado dos operadores da escavadeira  hidráulica. Hoje mesmo, ao passar pelo local, constatei vários pés de plátano completamente arrancados. E alguns pés de chorão com seus principais galhos danificados. 

Desta forma, não adianta o Tchá Tchá fazer propaganda e se esforçar para plantar mais árvores. Se estão destruindo as que já estão grandes e já dão sombra....Dia 21 de Setembro vem aí. É o  Dia da Árvore. Para quem não sabe, ÁRVORE também é uma forma de vida. 

Será que não daria  para ter mais cuidado com essas máquinas? Ou então, que essas mudas pequenas que a Prefeitura ganhou da empresa Engie já fossem sendo plantadas logo em seguida onde o serviço já foi feito?

Loreno Siega - Revista Visão