Vi centenas de vezes o lageano Adailton Camargo, um dos mais renomados e competentes profissionais relacionados ao trânsito urbano, além de exímio fotógrafo do nosso cotidiano, elogiar as coisas de Lages, terra por quem se diz apaixonado. 

Mas hoje, excepcionalmente, vi ele se queixando nas reddes sociais da letargia que parece tomar conta de algumas iniciativas. 

Entre outras coisas, ele se queixou da exagerada demora para a implantação do cabeamento elétrico subterrâneo nas ruas centrais de Lages. 

- A obra (serviços) do cabeamento por baixo estão prontos. Certo?

- Os postes de metal que cabia à prefeitura colocar para a nova iluminação foram colocados. Certo?

- Então, por que a fiação e os postes antigos não são retirados e o sistema subterrâneo começa a funcionar?

Eu - o Adailton Camargo - e pelo menos metade da cidade de Lages gostaríamos de saber. Afinal, nossa cidade está mais parecida com a centenária "Macondo", lá do livro "Cem Anos de Solidão", de Gabriel Garcia Marques. Era uma cidadezinha onde vivia a família dos  "Buendia"..... passavam anos, gerações.... e tudo continuava como antes, no reino de abrantes.....

Loreno Siega - Revista Visão