Em função do aniversário de 27 anos do município, foi feriado em Urupema,  nesta quarta-feira (01/06). O prefeito Amarildo Gaio e sua assessora de comunicação,  a vereadora Marília Sutil Oliveira,  aproveitaram para oferecer à imprensa da região uma visita às obras inauguradas e em fase de conclusão comemorativas aos 27 anos de emancipação político administrativo do município.

Vestido com agasalho de esportes, o prefeito participou de um passeio ciclístico antes de recepcionar os profissionais de comunicação na Casa da Imprensa, uma das obras cujo investimento foi de R$ 79.2 mil. Numa Van da prefeitura,  os convidados foram conhecer o mirante das Torres, no ponto mais alto do município, há  mais de 1.700 metros. O frio era simplesmente insuportável (ventos fortes, muita neblina e temperatura "congelante"). 

O passeio continuou pelas cachoeiras que congelam,  nas encostas do mesmo Morro das Torres e depois, na ampliação da Unidade Básica de Saúde e na ponte sobre o rio Caronas, onde as trutas encantam os turistas. Passando pelo estádio, o grupo foi até a creche modelo cujo investimento foi superior a R$ 1 milhão.

Planador Urupema 

Ao lado, conheceram as instalações da nova rodoviária e do belo Centro de Informações Turísticas. Depois foram surpreendidos pelo planador EMB 400 Urupema, a primeira aeronave do gênero criada pela Embraer e a equipe do Centro Técnico Aeroespacial – CTA, em 1963.

O prefeito Amarildo Gaio conseguiu localizar e adquirir um desses modelos com um senhor de quase 80 anos que reside em São Miguel do Oeste e que tem como hobby andar de planador  (foram fabricados apenas 10 unidades, na época, na verdade os primeiros aviões concebidos e produzidos pela Embraer - hoje uma das maiores fábricas de aviões do mundo).

"Há quase 10 anos descobri que a Embraer havia fabricado esses aviões e me interessei pelo assunto. Descobri quase que por acaso que havia um desses exemplares em SC, praticamente intacto. Como ele foi batizado com o nome da nossa cidade (não se sabe exatamente por qual motivo), consegui convencer o proprietário a vendê-lo por um valor simbólico. Agora vamos expor publicamente essa peça rara e fazer uma espécie de museu, em uma praça. Será um atrativo a mais para os turistas que nos visitarem", explicou Amarildo Gaio. 

Uma “vitrine” será montada numa praça, especialmente para abrigar a Aeronave que leva o nome do município e foi protótipo de aeronaves visando a fabricação em série no aviões  no País. A aeronave é elegante e tem esguia com 7,50 m de comprimento e 15 m de envergadura (asas). Este planador atingiu velocidade de até 258 km/h. Seu primeiro voo foi realizado em janeiro de 1968 e foi homologado pelo CTA em 15 de dezembro de 1971.

Oneris Lopes - Jornalista (DRT - 4347/SC) - AMURES