O Lages Garden Shopping está com uma novidade. Trata-se da loja Serra Artesanal, projeto da Secretaria de Turismo que dará visibilidade a artefatos especiais produzidos pelas mãos de artesãos de Lages. O prefeito Elizeu Mattos e o secretário de Turismo, Flávio Agustini, inauguraram o espaço no fim da tarde desta sexta-feira (20), ao lado de artistas manuais. Está localizada ao lado da loja Julyéster, próximo às Americanas, em sala disponibilizada pela administração do Garden.

O prefeito Elizeu é um entusiasta do projeto e do shopping. “Eu tenho muito a ver com o Lages Garden, um estabelecimento pelo qual tenho carinho especial porque participei diretamente da mobilização para que Lages tivesse um grande centro comercial, o maior da Serra, e o Grupo Tenco hoje está conosco. Quanto ao artesanato, essa loja é um marco histórico, com produtos exclusivos”, diz. O gerente de marketing do Garden, Luiz Rodrigo Rossette, relata que a ideia é agregar valores. “Este é um dos nossos preceitos”, define.

Na sala comercial estão expostos produtos dos grupos Arte Terapia, Chico Couro, Associação Tramatusa, Projeto Ciranda (Associação de Assistência Social, Trabalho e Cidadania - Samt), Nó de Pano e Associação de Artesanato Lageano. As entidades irão se intercalar no atendimento. A loja do Projeto Serra Artesanal é uma parceria entre Secretaria de Turismo, Serviço Brasileiro de Apoio às Micros e Pequenas Empresas (Sebrae), Samt e Lages Garden Center.

DNA regional

Além de disponibilizar o espaço, o Garden está colaborando na divulgação. “Para o turismo, é âncora tudo aquilo que tem o DNA do município, como o artesanato e a gastronomia. Estes artistas fazem peças com determinados resíduos e matéria-prima local, com precisão e excelência no design. O papel do poder público é ser intermediário e servir de ponte para que a dificuldade de comercializar o produto seja superada”, ressalta o secretário de Turismo, Flávio Agustini. “O artesão precisa fazer desse trabalho o seu negócio, além de contribuir para seu orçamento. Desejamos também destinar as vendas para o turismo rural, principalmente às cavalgadas”, conclui.

Assess. de Imprensa da PML - Fotos: Nilton Wolff