O secretário municipal de Turismo, Flávio Agustini, recepcionou e acompanhou, no fim de semana, a Universal Filmes (UAU Filmes), de Joinville, nos trabalhos de gravações de imagens (foto e vídeo) de atrativos turísticos de Lages. O material será enviado para a Embratur e fará parte de um banco de imagens que, por sua vez, é repassado para agências de viagens do Brasil e de outros países da América e da Europa, especialmente.

Na sexta-feira à noite, as gravações ocorreram na sede do Centro de Tradições Gaúchas (CTG) Barbicacho Colorado, no Morro do Posto, onde foram captadas imagens da invernada artística, com destaque para danças de salão que, entre outras atividades, representam o folclore sulino-gaúcho.A UAU Filmes, segundo Flávio Agustini,deu destaque para a cavalgada, as danças típicas, a culinária, os usos e costumes da gente serrana catarinense e todo o atrativo que compreende as belezas naturais formadas pelas fazendas e os campos de araucárias.

Cavalgada de Aventura

Ainda na sexta-feira, a equipe da UAU Filmes seguiu para a fazenda da Chapada, no município de Painel, que foi adaptada para receber grupos de turistas em busca de cavalgadas pelos campos e coxilhas da região de Lages. A Chapada faz parte do roteiro da Cavalgada de Aventura, administrada por Tibério Bianchini, sobrinho do fazendeiro Laélio Bianchini, um dos pioneiros do turismo rural na Serra catarinense.Laélio, que participou da cavalgada pelos campos da fazenda da Chapada, cenário das gravações, lembrou que ele com Flávio Agustini e Lauro Koeche Júnior (Kaskão) idealizaram, há 21 anos, o Circuito Histórico da Coxilha Rica, roteiro de cavalgada pelos lendários campos de Lages com destino principal ao Passo de Santa Vitória, no rio Pelotas, na divisa de Santa Catarina com o Rio Grande do Sul.

Segundo Tibério, hoje é feita a Cavalgada de Aventura, mas ela foi inspirada no Circuito Histórico. “Recebemos uma média de dois grupos de turistas por mês. Geralmente são turistas acostumados a cavalgarem, seja nos seus países de origem ou em outras regiões, a exemplo da Coxilha Rica”, destacou.

CD de fotos e um vídeo

Segundo o diretor de produção da UAU Filmes, Odair José da Silva, a cada dez anos a Embratur renova o seu banco de imagens e desta vez a empresa de Joinville foi a contratada para fazer as gravações. “Iniciamos os trabalhos por Florianópolis, Santo Amaro da Imperatriz, agora Lages, depois São Joaquim e Laguna”, comentou.“Daqui da Serra será gravado CD de fotos e um vídeo, os quais serão enviados para a Embratur”, concluiu o editor Jean Sutil,da Universal Filmes, que iniciou nacarreira profissional aos 16 anos como estagiário no antigo Departamento de Comunicação Social da prefeitura de Lages.

Assess. de Imprensa da PML - Fotos: Sandro Scheuermann