A metalúrgica Mill Serras foi fundada em 1996 e é uma das empresas mais conceituadas que produzem equipamentos para madeireiras, com clientes em todo o Brasil, caldeiras aquatubulares e secadoras, serras fitas para frigoríficos, madeira, marcenarias e montagem de serrarias. Atualmente desenvolve suas atividades em Lages. Iniciará em breve a construção de um dos mais modernos parques fabris do Brasil, transferindo-se integralmente para Correia Pinto.

Após quase dois anos de consolidação e adaptação do projeto como aprovação junto ao BRDE, licenças ambientais e tramitação na Auto Pista Planalto Sul(Arteris) e ANTT – Agência Nacional de Transportes Terrestres – para aprovação da construção do acesso à empresa, o prefeito Vânio Forster, assinou nesta terça feira, dia 22, a ordem de serviço para a empresa Consbrita Construtora de Obras Ltda iniciar a construção do acesso no Km 236+800 sentido sul da br-116.

O acesso foi um dos incentivos assumidos pela administração municipal para viabilizar a instalação da empresa em Correia Pinto. O valor total da obra do acesso será de R$311.102,20. Os recursos são oriundos do Governo do Estado e a contrapartida da prefeitura no valor aproximado de R$111 mil. Após a conclusão do acesso, a Mill Serras dará inicio a construção da sua planta industrial, bem como a finalização da terraplanagem, informou a Direção da empresa.

Amarildo Volpato - Assess. de Imprensa de Correia Pinto

COMENTÁRIO DO BLOG: Eu gostaria de saber o que aconteceu que Lages deixará ir embora uma indústria do porte e da importância da Mil Serras.... Será que foi o terreno que prometeram doar e deu problemas? Ou foi alguma outra coisa?