Aconteceu no final da tarde desta terça-feira (31/03) o ato de assinatura e entrega da ordem de serviços para construção de muro da gabião, de aproximadamente 130 metros de extensão, nas margens do Rio do Tigre. Os trabalhos dão continuidade a uma ação iniciada pela administração que tem por objetivo a recuperação, na sua porção urbana, do rio, além é claro minimizar ações de cheias. “Hoje pode ser que muito não sem lembrem, mas o Rio do Tigre, atrás da feira livre, sempre era um ponto de preocupação. Muito além da prevenção estamos falando de preservação do meio ambiente” destacou o Prefeito Rafael Laske.

Contanto com a presença de vereadores, secretários municipais o evento ainda teve a participação do promotor de justiça Protássio Campos Neto, que representava no ato o Ministério Público de Santa Catarina. As obras só foram viabilizadas graças aos recursos oriundos do Fundo de Bem Lesados do MP. “Para mim é um orgulho pode representar essa instituição em receber o reconhecimento da municipalidade por está cumprindo o nosso papel. Parabéns a administração pelo empenho na busca dos recursos e aos envolvidos que de uma forma o outro ajudaram a liberar o recurso” destacou Protássio.

O promotor após a cerimônia, destacou a semente foi plantada para a vinda deste recurso no ano de 2000, quando era promotora na época Gladys Afonso. “Essa Ação Civil Pública foi conseguida após um estabelecimento comercial, que teria feito uma construção irregular nas proximidades do leito do rio, repassou através de uma medida compensatória, ou seja, o pagamento de uma indenização em favor do Fundo de Reaparelhamento de Bens Lesados dos Municípios”, explicou o promotor Protásio. Essa verba ficou em torno de R$ 300 mil.

O Prefeito Rafael Laske, fez questão de enaltecer e agradecer o empenho do presidente do Fundo de Bens Lesados, promotor Antenor Chinato Ribeiro. 

Diretoria de Comunicação Social da Pref. Joaçaba