O segundo Mutirão de Castração promovido pela Associação Lageana de Proteção aos Animais (Alpa), com apoio da prefeitura, aconteceu no fim de semana (28 e 29). Segundo a entidade, 287 animais, entre cães e gatos (machos e fêmeas) passaram por cirurgia. A prefeitura ofereceu apoio logístico. A iniciativa da Alpa era castrar o maior número de animais por um preço acessível.

De acordo com os organizadores a ação trará resultados expressivos para a sociedade. “Ao castrar um animal doméstico, muitos outros poderão ser salvos. Agradecemos o empenho da prefeitura em colaborar com a nossa ação. A parceria entre organização não governamental e poder público é fundamental”, declara Aracelli Hammann, presidente da Alpa.

De acordo com a Pirâmide da Castração, dados estatísticos fornecidos pela associação, as 287 castrações evitarão no próximo ano que, em média, 3.444 animais nasçam. Esse número de animais não teria lares. “Agradecemos todos os apoiadores e toda a equipe veterinária e voluntária que contribuiu para o sucesso do evento”, destaca Aracelli.

 

Informações Secretaria de Comunicação Prefeitura de Lages