O secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda, e de Infraestrutura, Álvaro Mondadori, esteve na empresa GTS do Brasil na manhã desta terça-feira (27). Ele estava acompanhado do assessor técnico do gabinete do prefeito interino Toni Duarte, Vitor Pereira de Liz. Eles foram recepcionados pelo diretor presidente da empresa, Assis Strasser, na unidade da rua Alcides Baccin, bairro São Paulo, às margens das marginais da BR-282.

No rol de assuntos esteve a ampliação da empresa em forma de uma nova unidade a ser construída na área territorial da antiga Santur, às margens da BR-116, na Área Industrial, num espaço de 22 mil metros quadrados. De área construída, serão de oito a dez mil metros quadrados. Em torno de seis mil metros serão direcionados ao parque fabril – o terreno era do governo do Estado, foi repassado ao Município e, posteriormente, doado à GTS.

As anteriores estruturas metálicas foram removidas, faltando o término da retirada das peças mais profundas. A terraplanagem foi praticamente finalizada. Um dos próximos passos será a drenagem. As obras devem começar em março ou abril deste ano e estar prontas ainda em 2015. As chuvas têm impedido alguns avanços, mas nada que prejudique o projeto e as intenções de Assis Strasser.

Serão três andares destinados a escritórios e à área administrativa deverá contar com 900 metros quadrados. Somente no projeto arquitetônico foram gastos mais de R$ 65 mil. “As novas linhas de produção serão distribuídas de forma segmentada. O barracão abrigará linhas de sete a oito tipos de produtos. Um grande pátio de armazenamento será reservado”, informa.

Por se tratar de equipamentos, grandes metragens e magnitude, o empresário acredita que a área da antiga Santur não será suficiente. “Queremos chegar a 2016 com diversas obras. No Brasil fala-se em crise, nós não. Estamos aqui para fortalecer o município. Nós temos limitação de mão de obra no agronegócio, por isso trabalhamos nos anseios da agricultura moderna. O produto tem de ser aquilo que nós somos”, salienta Strasser. O número atual de 180 funcionários deve saltar para 300 com a nova unidade.

Assess. de Imprensa da PML - Fotos: Márcio Ávila