Marcelo Mabilia assumiu o comando técnico do Inter de Lages nesta segunda-feira (22/12) com um objetivo claro: evitar a queda do clube para a Série B do estadual. Mas isso não impede o clube de cobiçar passos mais amplos na próxima temporada.

Em sua primeira entrevista coletiva como treinador colorado, Mabilia disse ter sido atraído pelo projeto do Inter - que, embora tenha como meta principal a fuga da segunda divisão do estadual, almeja brigar por uma das vagas na Série D do Campeonato Brasileiro reservadas a clubes de Santa Catarina.

Antes de chegar ao Inter, Mabilia estava no comando do Novo Hamburgo (RS). "Estávamos montando uma boa equipe para disputar o Gauchão", diz o agora comandante colorado. Mabilia afirma que o bom momento do futebol catarinense, que conta com quatro dos 20 clubes da elite do Brasileiro, também foi um chamariz para trabalhar no Internacional.

Logo depois da coletiva, Mabilia circulou por Lages para conhecer os campos que terá à disposição para treinar a equipe. Ele foi ciceroneado pelo gerente de futebol do Inter, Nasareno Silva. O trabalho com Nasareno, um profundo conhecedor do futebol catarinense, aliás, foi outro dos motivos relacionados por Mabilia para aceitar o convite do Inter.

O Colorado Lageano estreia no estadual no dia 31 de janeiro, fora de casa, contra a Chapecoense. O jogo será às 19h30.

Assessoria de Imprensa do Inter de Lages