O Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado – GAECO – através dos promotores Dr. Joel Rogério Furtado Jr. (Coordenador do Gaeco Lages), Dr. Jean Pierre Campos (Promotor da Moralidade Administrativa  de Lages), delegado Augusto e Major Fabrício Berto da Silveira (Oficial do Gaeco) Lages concederam entrevista coletiva nesta tarde (13/11), na sede da instituição, localizada atrás do Fórum de Lages.

Volvo branco - placa ARN 7444, de Curitiba, pertence aos empresários da Viaplan. E o Hyundai Vera Cruz é o carro oficial do Prefeito de Lages, que era conduzido no momento da prisão por seu motorista, Toninho. 

Em pauta, a prisão em flagrante ontem à noite de dois empresários (pai e filho) da empresa Viaplan (com sede em Curitiba mas que presta serviços à Semasa em Lages há pelo menos três anos), além do motorista do prefeito de Lages, Antônio Carlos de Simas (Toninho). Eles foram detidos  por volta das 20 horas de ontem, num apart hotel, no bairro Coral, quando os dois empresários repassavam uma sacola de dinheiro (com R$ 165 mil em espécie) a Toninho. Mais tarde, foi preso também em sua casa o Secretário da Semasa, Engenheiro Vilson Rodrigues da Silva. Os quatro têm prisão preventiva decretada por 5 dias, podendo ser prorrogada por mais 5 dias. E estão neste momento na Penitenciária Regional de Lages.

Imprensa de Lages totalmente mobilizada no dia de hoje com o assunto da operação "Água Limpa"

Foi informado que ontem, numa operação que envolveu em torno de 30 policiais dos GAECOS de Lages, Florianópolis, Balneário Camboriú, Chapecó e Joinville, foram efetuadas as referidas prisões em flagrante, com a apreensão da sacola com os R$ 165 mil em espécie, “o que configura fortes indícios de crime por corrupção ativa e passiva”, segundo informou o promotor Dr. Jean Pierre. “As investigações ainda estão em curso. Hoje cumprimos mais seis mandados de busca e apreensão, nas sedes da empresa Viaplan em Lages e Curitiba, na sede da Semasa e também na casa das pessoas detidas”, argumentou. “E vamos ouvir o depoimento de pelo menos 30 pessoas nas próximas horas, gente que pode estar ou não envolvida diretamente ou que pelo menos possam nos ajudar a montar o quebra cabeças de como funcionava o esquema”, complementou.

Dentre essas 30 pessoas, que os promotores não quiseram antecipar quem são, poderia estar o prefeito de Lages. “Mas essa prerrogativa fugiria de nossa alçada de 1ª. instância e, se necessário, deverá ser solicitada por nossos superiores no Ministério Público”, explicou Dr. Joel Furtado. “A operação ainda está em curso. Mas pelas provas e elementos que já temos dá para sustentar que há sim um esquema reiterado de corrupção na Semasa (não informaram há quanto tempo isso viria acontecendo). E nós vamos agora ver de quem são e o que cabe exatamente de responsabilidade a cada pessoa envolvida no esquema”, deixou claro.

Os integrantes do GAECO não quiseram informar à imprensa o que já teriam dito as quatro pessoas detidas. E tampouco como chegou ou chegaram até eles as denúncias e como fizeram para chegar às prisões em flagrante no dia de ontem. O veículo dos empresários e o carro oficial do prefeito continuam detidos no GAECO. E o dinheiro foi depositado em uma conta da Justiça até que se definam as responsabilidades e se explique exatamente a quem pertence. 

 

Entenda o caso: 

 Mala cheia de dinheiro e prisão de três pessoas - uma delas com cargo comissionado na Prefeitura de Lages

"Estou tão surpreso e triste quanto vocês com essa questão", declarou o prefeito sobre mala de dinheiro

Vereador Marião vai protocolar pedido de CPI na Câmara para investigar Semasa

Viaplan já recebeu R$ 10,2 milhões da Semasa de janeiro a novembro, SEM LICITAÇÃO

 

Texto e Fotos: Loreno Siega – Revista Visão