O prefeito Elizeu Mattos reúne-se às 10h30 com o colegiado (todos os integrantes de primeiro escalão). Em seguida ainda pela manhã, falará com a imprensa sobre a operação feita pelo GAECO, no qual envolve dois funcionários da prefeitura.

 

A Viaplan (empresa que entregava a mala com dinheiro) atuava na Semasa através de contrato emergencial e temporário (durante 3 anos atuou assim, renovando os contratos temporários). E hoje seriam abertas as propostas da licitação para o serviço. Algo que envolve recursos na ordem de R$ 82 milhões.

 

Entenda o caso:

Mala cheia de dinheiro e prisão de três pessoas - uma delas com cargo comissionado na Prefeitura de Lages