A finalização do projeto de terraplanagem e os processos de licenciamento ambiental são as próximas etapas para a construção da fábrica de caminhões da marca chinesa Sinotruk em Lages, na Serra Catarinense. Nesta quinta-feira, 31/07, em Florianópolis, uma reunião mobilizou representantes do Governo do Estado, da prefeitura de Lages e da empresa para tratar dos encaminhamentos necessários. O encontro ocorreu um dia após o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) autorizar a inclusão da empresa no programa de incentivos federais Inovar-Auto. A portaria oficial deve ser entregue na próxima semana, em ato em Santa Catarina.

Participaram do encontro desta quinta, o governador Raimundo Colombo; o presidente da SC Parcerias, Paulo César Costa; o secretário de Desenvolvimento Regional, João Alberto Duarte. o prefeito de Lages, Elizeu Mattos; e o presidente da SBTC Indústria de Veículos, Joel Anderson, representante da Sinotruk Brasil; entre outras autoridades.

Terraplanagem e licença ambiental 

“O próximo passo é a terraplanagem, que está sendo dimensionada e passando pelo processo de licença ambiental definitiva, e, então, teremos a implantação da indústria. Os projetos de engenharia e de fábrica estão todos prontos. A obra de construção vai demorar de oito a 12 meses. Depois disso, teremos os processos de estruturação da linha de produção e de treinamento de pessoal. Para ter direito aos benefícios do Inovar-Auto, temos que começar a produzir dentro de até dois anos. Acreditamos que em pouco menos do que isso teremos o primeiro caminhão catarinense”, explicou o presidente da SC Parcerias, Paulo Costa.

A fábrica em Lages será a primeira unidade da Sinotruk fora da China. A produção anual da planta vai começar em 400 caminhões montados por turno, mas com previsão de chegar em médio prazo em 5 mil veículos por ano em um único turno. O investimento previsto para a construção é de aproximadamente R$ 300 milhões. A unidade vai gerar cerca de 400 empregos nessa primeira etapa, número que aumentará significativamente em função da cadeia de fornecedores a ser instalada em volta da montadora.

50 mil metros quadrados de área construída 

A unidade será construída no Polo Industrial de Índios, em Lages, ao lado da BR-282. O terreno tem cerca de 1 milhão de metros quadrados. A Sinotruk vai ocupar uma área de 200 mil metros quadrados, sendo aproximadamente 50 mil metros quadrados de área construída. Além do Inovar-Auto, que garante benefícios como desconto do IPI, a Sinotruk recebeu incentivos do Governo do Estado e a doação do terreno por meio de parceria entre Governo do Estado e prefeitura de Lages.

Em contrapartida, o Inovar-Auto exige um percentual mínimo de uso de peças nacionais, o que vai impulsionar a cadeia produtiva na região.

O presidente da SBTC Indústria de Veículos, Joel Anderson, representante da Sinotruk Brasil, destacou os motivos da escolha de Lages para o empreendimento. “A cidade está localizada muito próxima de um grande polo da indústria de caminhões, que é a região de Caxias do Sul (RS). Também percebemos a possibilidade de uma mão de obra especializada, que o Estado tem oferecido às indústrias que aqui estão se instalando. E queremos desenvolver parcerias dentro do laboratório de pesquisas da Sinotruk com universidades e centros de ensino. Temos um ambiente favorável para um grande empreendimento e, sem dúvida, vamos produzir para competir com as grandes marcas do mercado brasileiro”, ressaltou.

Assessoria de Imprensa do Governo de SC