Técnicos da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), responsáveis pelo Núcleo Multidisciplinar de Estudos de Acidentes de Tráfego, estiveram reunidos na manhã desta quarta-feira (3/07), com o prefeito Elizeu Mattos. No encontro, agendado a partir de contato prévio, feito na última semana pelo secretário da Segurança e Ordem Pública, Paulo Dellajustina, com o professor e coordenador do Núcleo de Estudos, Wilson Pacheco, foram avaliadas as possibilidades de a prefeitura e a UFSC firmarem convênio com o objetivo de se estudar e pesquisar as demandas em torno do melhoramento do sistema de trânsito urbano de Lages.

Elizeu deixou claro à equipe da UFSC que Lages tem urgência no assunto e que a comunidade espera por decisões concretas para o trânsito no município. “Estas manifestações que andam tomando conta das ruas no país não estão acontecendo à toa. As pessoas querem soluções reais e nós temos que dar respostas viáveis”, destacou. Segundo Elizeu, a principal preocupação da atual administração é com o bem-estar da população. “Não queremos impor as coisas, mas acima de tudo, apresentar alternativas e soluções técnicas, e isso deve ocorrer também quando se trata do tráfego urbano, da mobilidade no trânsito”, declarou.

\"ACHÔMETRO\"

De acordo com o prefeito, o que não se pode, de modo algum, é decidir através do “achômetro”. “O que for implantado e melhorado será feito a partir de estudos técnicos, e para isso estamos ouvindo e buscando trabalhar junto com quem realmente entende do assunto, e de forma transparente e isenta”, ponderou. “Os estudos que foram feitos até agora são parciais, e com a UFSC, será um trabalho diferenciado”, ressaltou.

Num prazo de dez dias os especialistas da UFSC se comprometeram a apresentar ao prefeito uma planilha de custos da elaboração dos estudos, que deverão ser feitos por etapas, priorizando-se as demandas mais urgentes, a exemplo das lombadas eletrônicas. O trabalho desenvolvido pelo Núcleo da UFSC poderá servir também como ponto de partida para apresentação de projetos do Executivo aos governos estadual e federal em busca de mais recursos para investimento na área de mobilidade e segurança no trânsito.

Além de Pacheco, participaram da reunião os professores Paulo Luna, especialista na área de tecnologia; Elson Pereira, especialista em mobilidade urbana; os secretários de Administração, Pedro Marcos Ortiz, e de Segurança e Ordem Pública, Paulo Dellajustina; o chefe de Gabinete, Wolnei Constante, e o diretor de Segurança, Estanislau Paes.

Assess. de Comunic. Social da PML - Foto: Toninho Vieira

 

NOTA DO BLOG: Parabéns à administração pela busca de soluções rápidas para o assunto. Mas, e os tais estudos caríssimos feitos há pouco tempo pela empresa lageana Profuzzy? O pessoal da nova administração considera esses estudos inadequados? Insuficientes? Ou ninguém da nova administração sabe do que se trata? Ou, pior ainda, foram estudos feitos apenas para jogar dinheiro fora?