Os arquitetos Vlademir Roman e Rodrigo Poltosi, da empresa VRP Arquitetura Estratégica, de Porto Alegre, estiveram em Lages e foram acompanhados pelo Coordenador Regional do SEBRAE, Altenir Agostini. No final da tarde desta segunda-feira (25/03), na sala de reuniões da entidade, os três tiveram encontro com membros da diretoria e com comerciantes que integram o projeto Centro Lages de Compras e Lazer.

\"\"

 

O objetivo foi apresentar ao grupo um documento denominado “Estudo Arquitetônico das Fachadas”, na prática um trabalho desenvolvido pela VRP (de POA) especialmente para o SEBRAE cujo objetivo é oferecer sugestões de cores e propostas de revitalização e intervenções  nas fachadas em pelo menos 20 edifícios, casas e/ou construções que tenham algum apelo histórico e/ou cultural na região central da cidade.

\"\"

 

O estudo também estabelece e organiza a questão visual destes locais, dizendo, por exemplo, o que pode e o que não pode em termos de propaganda visual, espaços máximos e mínimos de intervenção em cada tipo de estabelecimento, incluindo uma proposta de minuta a ser apresentada ao órgão competente da Prefeitura que criaria uma legislação ou normas específicas para isso, dando prazos para que qualquer intervenção na região possam seguir parâmetros e critérios que levem em conta o projeto de revitalização completo proposto pelo projeto Centro Lages de Compras e Lazer (em andamento já há algum tempo na cidade).

 

“Essa proposta  é apenas um trabalho de sugestão, embora bastante profundo e consistente. Dará aos proprietários e/ou usuários destes estabelecimentos uma boa alternativa de intervenção caso queiram ou quando decidirem fazer. Queremos no fundo é começar a melhorar o visual de alguns locais e prédios do centro. Isso para que sirvam de atrativo para os demais também fazerem e modificarem seus estabelecimentos para melhor”, explicou Altenir Agostini. “Nada do que estamos apresentando é impositivo. Mas queremos e precisamos começar. E essa é uma forma de iniciar por nós mesmos”, acrescentou.

 

A proposta das fachadas, é bom que se diga, integra todo um conjunto de ações e iniciativas que o Projeto Centro Lages de Compras e Lazer vai e pretende implementar para dinamizar e revitalizar a região central da cidade. Isso inclui também a implantação do cabeamento elétrico subterrâneo (em vias de ser executado pela Celesc), melhorias no pavimento, calçadas e praças (parceria a ser estabelecida com o Governo do Estado e Prefeitura), sem falar em diversas ações da porta para dentro dos estabelecimentos. Ou seja, que melhorem o atendimento, a gestão e principalmente uma maior sinergia entre os vários comerciantes da região.

 

Loreno Siega – Assessoria de Imprensa da CDL de Lages