Foram criados 28.900 novos empregos formais em janeiro no Brasil, segundo dados do CAGED (Cadastro Geral de Emprego e Desemprego), disponibilizados pelo Ministério do Trabalho e do Emprego (MTE).

O resultado é bastante inferior ao de janeiro de 2012, quando foram geradas 118.895 novas vagas. Houve uma queda de 24,3% no saldo de novas oportunidades na comparação anual.

Já em Santa Catarina, foram criados em janeiro 18.927 novos empregos formais, resultado um pouco superior (1,1%) ao de janeiro de 2012, quando foram criadas 16.401 novas vagas.

Os principais setores responsáveis pelo cenário no Estado foram a indústria de transformação (7.922), os serviços (4.941), a agropecuária (4.668) e a construção civil (2.490).

Enquanto isso, no comércio houve o corte de 2.162 vagas, resultado explicado pelo fim do período de festas de final de ano, época em que a contratação de temporários é muito forte.

O bom desempenho de Santa Catarina em relação a outros Estados do país deve-se à grande contratação de trabalhadores para o campo, impulsionados por um período de safra muito positivo. Entretanto, nos próximos meses, com o fim das colheitas, o resultado catarinense tende a adotar comportamento semelhante ao da média brasileira.

Fonte: Boletim semanal de notícias da Fecomércio-SC