O Fórum Parlamentar Catarinense, coordenado pelo deputado Décio Lima (PT), se reuniu nesta terça-feira (21) na Câmara dos Deputados em Brasília. Foram discutidos vários temas de interesse do estado, com destaque para a presença da ministra Ideli Salvatti que revelou que os impasses que envolvem obras em rodovias no estado estão perto do fim. A ministra na Secretaria de Relações Institucionais afirmou que as licitações para as rodovias BR 280 e 470 serão assinadas no próximo dia 13 de setembro, em Blumenau.


Ideli Salvatti também falou sobre a obra da alça de contorno da Grande Florianópolis. De acordo com a ministra, as audiências que antecederão as obras, devem ser realizadas em breve.
 
Desigualdades regionais

A deputada Carmen Zanotto (PPS-SC), ex-secretária de Estado da Saúde e representante do setor na bancada catarinense, reforçou o apelo feito pelo presidente da Associação e Federação dos Hospitais de Santa Catarina (AHESC/FEHOESC), e pediu o apoio da ministra Ideli para uma questão tida como imprescindível para a redução das desigualdades regionais no sul do país.

“Precisamos corrigir a desproporção, hoje existente, nos valores dos recursos per capita recebidos por Santa Catarina (R$ 137,58) em relação ao que recebem Rio Grande do Sul (R$ 182,29) e Paraná (R$ 165,95)”, revelou.

Tal quadro significa que a defasagem nos valores repassados para custeio de serviços do Sistema Ùnico de Saúde (SUS) em Santa Catarina é de R$ 28,37 por pessoa se comparado ao que recebe o estado do Paraná e de R$ 44,71 em relação ao Rio Grande do Sul.

\"\"

Décio Lima, coordenador do Fórum, com a ministra Ideli Uma situação que revela, de acordo com estudo promovido e apresentado pela Secretaria da Saúde de Santa Catarina juntamente com o Fórum Parlamentar Catarinense, uma necessidade de investimento de, no mínimo, R$ 15 milhões/mês para a estruturação das redes de atenção básica, implantação dos leitos de UTI e ampliação dos serviços de quimioterapia, radioterapia e atenção hospitalar.
 
“Este é um pleito antigo do nosso estado. Acredito que com o trabalho conjunto da bancada catarinense,do governo do estado e do governo federal, por meio da ministra Ideli, será possível corrigir este lapso que vem prejudicando a população de Santa Catarina”, disse Carmen Zanotto.

O reunião contou também com a presença dos deputados Espiridião Amin (PP); Edinho Bez, Celso Maldaner Rogério Peninha, Ronaldo Benedet e Valdir Colatto (PMDB); Luci Choinacki (PT); Jorginho Mello (PSDB) e Onofre Agostini (PSD). Além de representantes de entidades como a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Florianópolis, a Associação e Federação dos Hospitais de Santa Catarina (AHESC/FEHOESC) e do Centro de Integração Empresa Escola, cujas demandas subsidiarão a elaboração de emendas de bancada para o orçamento de 2013.

 
 

Informações Renato Nunes / Assessor