O município de Chapecó tem um dos piores serviços de Internet e telefonia celular do Brasil. Essa situação é constatável em qualquer pesquisa de satisfação com empresários, profissionais liberais e consumidores individuais. Revoltada com esse cenário, a Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC) reivindicou que a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) exija – em regime emergencial – que as operadoras de telefonia móvel e internet façam investimentos imediatos na ampliação da infraestrutura para equacionar esse quadro de descaso e de desrespeito às empresas e aos consumidores.

 

Em expediente à Anatel, a ACIC coloca que “para infelicidade geral dessa próspera comunidade, os serviços de telefonia móvel e de internet são de péssima qualidade e estão muito abaixo dos padrões mínimos de eficiência admissíveis, hodiernamente, em todo o mundo”.

 

A entidade reclama que a Internet em Chapecó é caracterizada como de baixa velocidade e linhas precárias, sinal inexistente em metade da área urbana e linhas de celulares sempre congestionadas. Em tom de desabafo, a ACIC sustenta que “os usuários em geral dos serviços de telefonia e internet, em Chapecó, são diariamente vítimas de um estelionato. Essa é a melhor qualificação para essa situação: as companhias vendem um serviço que não podem entregar”.

 

Enviado por Marcos Bedin - MB Comunicação Empresarial

 

COMENTÁRIO DO BLOG: Duvidamos muito que a internet e telefonia celular de Chapecó seja pior do que a de Lages. Na melhor das hipóteses, eles empatam com a gente.